Acupuntura: mitos e verdades

1

Na Medicina Oriental, quando adoecemos, isso é um sinal de que nosso organismo está em desequilíbrio ou desarmonia. É quase um convite para pararmos e olharmos para nós mesmos, buscando perceber o que o corpo quer nos dizer, afinal.

Para a acupuntura, assim como a doença, a cura está no nosso próprio organismo, precisando apenas ser estimulada através dos canais de energia, chamados meridianos. São nesses pontos quase mágicos que as agulhas, os instrumentos mais convencionais da acupuntura, são aplicadas para restabelecer o fluxo energético e auxiliar na cura de diversas patologias.

Com a ajuda da acupunturista Andrea Santana, esclarecemos algumas dúvidas sobre a técnica chinesa que podem ajudar a compreender para que ela serve.

A acupunturista Andrea Santana fala sobre a técnica chinesa. Foto: Arquivo pessoal de Andrea Santana
A acupunturista Andrea Santana fala sobre a técnica chinesa. Foto: Arquivo pessoal de Andrea Santana

VIP – A acupuntura pode ser utilizada no tratamento de qualquer tipo de problema?
Sim, a acupuntura é indicada para tratar ou auxiliar no tratamento de quase todas as enfermidades. Ela ajuda a reforçar o sistema imunológico e auxilia no tratamento de diversas doenças e problemas como dores após extração de dente, gengivite, faringite, sinusite, rinite, resfriado comum, asma, conjuntivite, dor de cabeça, enxaqueca, acidez no estômago, prisão de ventre, diarreia, dor ciática, lombalgia ou artrite reumatoide, entre outros. A técnica também pode ser utilizada no tratamento de doenças e distúrbios emocionais como ansiedade, insônia, excesso de estresse ou depressão, associada com outras redes de suporte.

VIP – A técnica substitui tratamentos convencionais como a alopatia?
Sim e não. A técnica pode ser utilizada no combate aos sintomas de enfermidades mais complexas, como parkinson e câncer, mas não há estudos que comprovem a sua eficácia no combate à doença. Entretanto, auxiliando na redução dos sintomas, a técnica é responsável por aumentar a qualidade de vida dos pacientes, ajudando no tratamento. Casos mais simples, como enxaquecas e rinites, podem ser tratados exclusivamente com a técnica, a critério do paciente.

VIP – Qualquer pessoa pode realizar o tratamento?
A princípio, não há contraindicação para fazer o tratamento da acupuntura com agulhas, basta tolerar. O que existe são recomendações para crianças menores e para o uso de algumas técnicas em determinados grupos de pacientes. Para um paciente cardíaco que faz uso de aparelho, por exemplo, é contraindicado a eletroacupuntura, que associa o uso de agulhas a impulsos elétricos.

VIP – A acupuntura também é indicada para estética?
Sim. Existe a acupuntura estética facial e corporal, que tratam diversos problemas como rugas, acnes, manchas, celulites e estrias. Diferente dos tratamentos estéticos convencionais, a acupuntura procura compreender e tratar os processos ligados à origem desses problemas.

VIP – O alívio dos sintomas é imediato?
Para dores ou sintomas agudos, os resultados podem ser vistos na primeira sessão, mas tudo dependerá de outros fatores que podem estar associados aos problemas, como os hábitos do paciente.

VIP – A prática causa dor?
De modo geral, o tratamento não é doloroso, uma vez que são utilizadas agulhas específicas, de pequeno calibre. Porém, uma vez que a dor é subjetiva, algumas pessoas podem sentir mais incômodos que outras em determinados pontos do corpo.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta