Alunos do Salvador conquistam ouro na Olimpíada Sergipana de Química

A cerimônia de premiação aconteceu nesta terça-feira na UFS

0

Alunos do Colégio do Salvador, classificados na XI Olimpíada Sergipana de Química (XI OSEQUIM), participaram nesta terça-feira, dia 22, da cerimônia de premiação realizada no auditório da Reitoria da UFS. Ao todo, 19 alunos do Ensino Médio foram premiados com medalhas e menção honrosa.

Dos classificados, os alunos Marina de Carvalho Santos e Murilo Costa Campos de Moura
foram destaques e conquistaram medalhas de ouro nas modalidades A – 1º ano e C – 3º ano, respectivamente. Ambos acertaram mais de 90% da prova de química na olimpíada.

O coordenador do Ensino Médio do Colégio do Salvador, Ronaldo Cruz, ressaltou o empenho da escola e dos alunos nas fases classificatórias. “O Colégio do Salvador participa da olimpíada desde a sua primeira edição, e sempre conseguiu um resultado bastante significativo. Estamos muito felizes com as conquistas deste ano. Todos estão de parabéns”, celebrou.

A aluna Marina de Carvalho falou sobre a sua colocação. “Já tinha participado de outras olimpíadas, mas, pela primeira vez, ganhei uma medalha, e estou muito feliz por ter sido a de ouro. Esse é o resultado do meu empenho. Agradeço pelo apoio dos professores, da minha família e dos meus amigos”, ressaltou.

No próximo sábado, dia 26, os medalhistas de ouro participam da etapa nacional, que ocorre na Universidade Federal de Sergipe. As provas acontecem simultaneamente em todo o Brasil. Os classificados garantem vaga na Olimpíada Brasileira de Química.

O outro medalhista de ouro do Salvador, Murilo Moura, já garantiu a vaga para a próxima fase. “Gostei muito do resultado, fiquei feliz com a minha conquista, minha família ficou orgulhosa também. Continuarei me esforçando para fazer bonito na próxima etapa”.

O professor de Química do Salvador, Roberto Góes da Silva, comenta a boa atuação dos alunos. “A Olimpíada incentiva os alunos a gostarem da disciplina de Química e seleciona os melhores de Sergipe para participarem das etapas nacionais. O Colégio do Salvador foi destaque com duas medalhas de ouro a nível estadual”.

O aluno Antony Santos da Rocha, do 1º ano, ficou com o bronze e muito feliz em ter participado. “Gosto do clima de Olimpíada, faço o possível para ser bem colocado. E fiquei muito satisfeito com o resultado. Vou participar no próximo ano também”, assegurou.
As medalhas são distribuídas por percentual de acerto na prova. Quem acerta acima de 90%, ganha ouro; 80 a 90% recebe a prata; 60 a 70% o bronze; 50 a 60% recebe a menção honrosa.

Deixe uma resposta