Clube de Yôga reúne adeptos da prática em causa solidária

Praticantes da atividade se reúnem uma vez por mês na Orla da Atalaia e as doações arrecadadas são encaminhadas para o Gacc

0
Aulão de Yôga acontece nos lagos da Orla

Imagine só poder praticar uma atividade que alia bem-estar mental e físico ao fato de ajudar as crianças com câncer? É assim que funciona o projeto do Clube de Yôga com o Aulão Aberto dos Lagos da Orla de Aracaju, idealizado pela instrutora Gessana Shakti, 33 anos.

Praticante há 18 anos, ela ministra aulas há pouco mais de 16 e a ideia do Clube surgiu após decidir expandir as aulas internas para ambientes externos, como forma de valorizar a prática do yôga ao ar livre.

“O Clube de Yôga surgiu com uma proposta despretensiosa. Eu reunia alunos das academias que ministrava aula para praticar ao ar livre uma vez ao mês. Começou com alunos e depois se estendeu para um maior público, já que quis aliar a filantropia ao projeto”, afirma.

Benefícios

As aulas acontecem todo mês num cenário que tem tudo a ver com a prática – os tranquilos lagos da Orla da Atalaia – e toda a renda arrecada no evento, através dos ingressos, é revertida para o Grupo de Apoio às Crianças Com Câncer – Gacc – há cerca de três anos.

Aliando benefícios físicos, como tonificação muscular, resistência e respiração, o yôga possui um papel fundamental também no ponto de vista psicológico e mental. Os exercícios, que têm como objetivo integrar a alma, o mundo, o exterior e o universo, representam uma prática que desenvolve diversos pontos, como emoções e pensamentos, propiciando também uma redução no estresse.

“O yôga é uma filosofia prática de vida. Não devemos focar nos benefícios, pois como filosofia ele tem a finalidade de elevar o ser humano a níveis mais avançados de consciência. Chamamos de efeitos colaterais da prática uma melhoria geral no bem-estar, superávit energético, melhoria na respiração, concentração, fortalecimento e flexibilidade do corpo, entre tantas outras coisas”, explica Gessana.

Fotos: acervo pessoal
Fotos: acervo pessoal

Prática

Ela acrescenta que o yôga deve ser praticado por quem busca uma vida com mais energia e bem-estar. “A tranquilidade é consequência. Se você consegue ter energia para as suas atividades diárias, a sua mente se mantém tranquila e longe da ansiedade causada pela rotina desgastaste da maioria das pessoas. O yôga não acalma, ele energiza”, aponta.

A atividade é benéfica ainda para reduzir problemas posturais, como as dores nas costas, e ainda ajuda a melhorar os problemas de sono, de ansiedade e de depressão Praticante de yôga há cinco anos, a professora Ana Denise Travassos afirma que só sentiu benefícios após ter aderido ao yôga.

“Me sinto revigorada, leve e com uma paz interior incrível. Gosto muito de praticar aos finais de semana, na praia, porque é ali que me sinto bem. Recomendo para pessoas de todas as idades”, afirma.

Por Danielle Menezes, da equipe VIP

 

Deixe uma resposta