Cencosud lança programa de voluntariado corporativo em Sergipe

0

Projeto–piloto utilizará a estrutura do Instituto GBarbosa e tem como objetivo selecionar 40 colaboradores que ministrarão cursos nos eixos de saúde, fitness, gastronomia, educação, empregabilidade, empreendedorismo e aposentadoria

A Cencosud lançou na manhã desta terça-feira (15), de forma inédita no estado de Sergipe, o programa de voluntariado corporativo do Instituto GBarbosa 50+, que tem como objetivo proporcionar cursos nos eixos de saúde, alimentação saudável, fitness,  gastronomia (alimentação saudável), educação  (básica ou profissionalizante), empregabilidade , empreendedorismo e aposentadoria para membros da comunidade acima dos 50 anos de idade.

De acordo com Fábio Oliveira, gerente de Responsabilidade Social e vice-presidente do Instituto GBarbosa,  o projeto foi criado para ajudar a suprir as necessidades do público acima dos 50 anos, que é uma faixa em crescimento exponencial e ao mesmo tempo, carente de ações efetivas. “O país está passando por um processo de envelhecimento muito grande. De acordo com o IBGE, pelos próximos 40 anos, a faixa predominante no país será o 50+ e que hoje já não tem um suporte social.  O Brasil não se preparou para o seu envelhecimento e essa pessoa com mais de 50 anos será demandante do Sistema de Previdência Social, do Sistema Único de Saúde e do Sistema de Assistência Social, que estão deficitários.

Então a ideia é dar apoio a esse público para que ele possa empreender, para que possa achar alternativas de fontes diversas e para que ele possa também lidar com a sua longevidade”, explica.

Segundo Oliveira, a intenção é de selecionar ao menos 40 voluntários, e com o sucesso do projeto,  replicá-lo em outros municípios em que o GBarbosa está presente.

“Lançamos esse projeto-piloto com a intenção de que possa contemplar outras comunidades, em outros municípios, por isso, a gente chama organizações da comunidade para serem parceiras, o Sistema S, ong’s e o poder público para que possamos prestar serviços de utilidade pública gratuitos para que este público possa ter mais qualidade de vida para chegar à terceira idade”, comenta.

Para a colaboradora Maria Sheila Santos, do setor de Atendimento aos Clientes, o programa de voluntariado será uma oportunidade de colocar em prática os aprendizados que vem adquirindo na faculdade.

“Sou aluna do curso de Educação Física e tenho interesse em me inscrever para aplicar meus conhecimentos, talvez inscreva um projeto para dar aulas de alongamento”, diz.

Ruth Julião, do setor de RH, acredita que o projeto será abraçado por vários colaboradores da rede que sentem que podem contribuir com a comunidade. “Eu já conhecia a estrutura do Instituto e fico muito feliz com essa iniciativa, eu acho que será muito bem aceito. Tenho conversado com os colegas e eu mesma já havia pensado em desenvolver algo na área de esporte”, fala.

Voluntariado

Os colaboradores do GBarbosa poderão se inscrever no programa de voluntariado no período de 15 de janeiro a 15 de fevereiro de 2019,  através da intranet.  Até o dia 28 de fevereiro, o Instituto analisará as propostas e dará retorno aos candidatos.

Após a seleção, os candidatos aprovados realizarão visita técnica ao Instituto, onde assinarão termo de voluntariado e agendarão data e horário para a execução das atividades.

Além de trazer um impacto positivo para a sociedade, o trabalho voluntário possibilita que o colaborador adquira novas habilidades, conheça novas pessoas e enriqueça também o seu currículo, já que ao final das atividades, serão fornecidas certificações.

Instituto GBarbosa

Localizado no estacionamento do GBarbosa Hiper Norte,  o Instituto foi inaugurado no ano passado e conta com quatro espaços: uma área para atividades culinárias, um auditório com 40 lugares, uma sala para atendimentos individuais e uma área aberta para atividades diversas.

Desde sua inauguração, a unidade atende a comunidade na realização de capacitações, palestras,  workshops, atividades de saúde, oficinas de memória, cursos de trabalhos manuais como artesanato, bordados, corte e costura, entre outros.

Com investimento inicial de R$300 mil, o Instituto tem sempre uma lista de espera para participação nas atividades e é mantido com parte da arrecadação da venda das sacolas retornáveis comercializadas no GBarbosa.  “Os nossos clientes podem contribuir com as ações da rede e ajudar a comunidade adquirindo esse produto. A cada sacola que é vendida, R$0,20 são destinados para o Instituto”, finaliza Oliveira.

Deixe uma resposta