Coletivo aracajuano de Direitos Humanos promove debate sobre a bandeira “Fora Temer”

0

Com intuito de promover boas sínteses entre a militância de movimentos sociais e a população aracajuana, o Coletivo Piracema de Direitos Humanos realiza neste sábado (12), o debate “Por que gritamos ‘Fora Temer’?”.

A atividade contará com a participação de integrantes das Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, respectivamente Izadora Brito e Thiago Oliveira. Também é debatedor o militante Igor Frederico, integrante do Coletivo Piracema.

O espaço de realização da atividade é público e todas e todos estão convidados para participar do debate marcado para às 16 horas, na Orlinha do Bairro Industrial, na área coberta, embaixo da ponte Aracaju-Barra.

Ponto de partida do Debate

Em sessão que durou mais de 12 horas, o acordão para suspender a investigação do presidente ilegítimo Michel Temer saiu vitorioso, com apoio de 263 deputados que disseram sim ao relatório da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), do deputado Paulo Abi-Acke (PSDB-MG).

A saída para a crise política instaurada no Brasil não está simplesmente no impeachment de Michel Temer (PMDB), até porque quem assumiria seria o presidente da Câmara, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM), que já anunciou a intenção de dar continuidade às reformas previdenciária e trabalhista.

Um presidente rejeitado por 94% da população e um Congresso de corruptos não podem seguir aniquilando direitos da classe trabalhadora. Por isso, debates e ações coletivas sobre os caminhos das mobilizações contra o presidente ilegítimo são imprescindíveis.

O que? Debate Por que gritamos “Fora Temer”?

Quando? Sábado, às 16 horas;

Onde? Orlinha do Bairro Industrial (área coberta, embaixo da ponte Aracaju-Barra).
Organização: Coletivo Piracema
Contatos: Wézya Mylena (79) 9 9945-9213 | Letícia Rocha (79) 9 9865-7064 | Saulo Matos (79) 9 8806-5586

Pelo colunista VIP, Igor Frederico

Advogado;
Mestrando em Direitos Humanos pela Universidade Tiradentes/SE;
Bolsista CAPES/FAPITEC…

Deixe uma resposta