Dia do Livro Infantil é comemorado por alunos do Colégio do Salvador com feira de troca de livros

0

No Dia Nacional do Livro Infantil, comemorado na quarta-feira, 18 de abril, alunos da Educação Infantil do Colégio do Salvador participaram de uma troca de livros bastante animada. Além da oportunidade de conhecerem novas histórias, as crianças assistiram a uma peça de teatro em homenagem a Monteiro Lobato e participaram de contação de histórias.

Em um ambiente descontraído e lúdico, os alunos se divertiram descobrindo histórias contadas por personagens conhecidos da literatura infantil. Durante a feira de troca de livros, eles também puderam socializar com os colegas e trabalhar o desapego.

Para a coordenadora da Educação Infantil, Edneide Gomes Ferreira, a feira é uma oportunidade de trabalhar a solidariedade e de associar a leitura com um momento divertido. “Para as crianças essa troca é uma novidade. Nessa ação trabalhamos a solidariedade, já que não há livros novos e eles têm que doar para o colega aquela história que já leram. Além da troca de conhecimento, é um momento de trabalhar a socialização e mostrar que a leitura pode ser divertida e prazerosa”, relatou a coordenadora que apontou o projeto como incentivador da leitura entre os pequenos.

O Projeto

A feira de troca de livros surgiu através de uma parceria do Colégio do Salvador com a psicóloga Ivna Ariane, idealizadora do projeto ‘Aracaju Biblioteca Livre’. De acordo com Ivna, a idéia de trocar livros usados surgiu de uma demanda própria. “Eu estava com muitos livros no meu consultório e não tinha mais espaço, então resolvi colocar os livros em exposição na sala de espera e lancei a proposta dos pacientes irem levando. Vi que na primeira semana deu certo, então criei a rede social e a coisa foi aumentando, foi aí que resolvi trazer a proposta para o Colégio, que foi aprovada pela diretora Nair”, explicou.

Segundo Ivna, este é o segundo ano da Feira e mais uma vez a aceitação entre os pais e alunos foi positiva. “Os pais aprovam a ideia, pois estamos trabalhando o desapego, a leitura sustentável, além de incentivar a leitura. E os alunos participam trazendo os livros e percebemos o entusiasmo na hora da troca”, concluiu.

Mala viajante

Aproveitando a data em comemoração a literatura infantil, teve início nessa quarta-feira o projeto ‘Mala Viajante’, que é realizado há três anos entre os alunos do 2º período da Educação Infantil. Uma das professoras idealizadoras do projeto, Myrta Shirley, explicou como funciona. “Toda sexta a criança leva um livro para ler com os pais, mesmo sem saber ler eles levam para os pais lerem. Na volta do fim de semana cada criança conta em sala o que entendeu daquela história do livro. Dessa forma incentivamos um momento de leitura entre pais e filhos, além de trabalharmos no aluno o gosto pelos livros”.

Deixe uma resposta