Dia dos avós: supermercado é o principal centro de compras de idosos

0

Dona Jucília Menezes, 65 anos, professora aposentada e avó de quatro netos, vai ao supermercado diariamente. Lá, ela confere as promoções do dia, compra seu pão quentinho e bate um papo com o padeiro Everaldo Oliveira enquanto toma um café na cafeteria ao fundo da loja. Neste Dia dos Avós, 26 de julho, vale observar o hábito rotineiro dela e de 20 milhões de pessoas acima dos 60 anos de idade, que, segundo o IBGE, gastaram cerca de R$ 8,8 bilhões por mês em 2006, aproximadamente 5% do PIB do Brasil naquele ano.

A longevidade crescente é um fato que demanda um olhar específico do varejista. O perfil ativo de avô e avó é de um idoso que preza pela comodidade acima de tudo, visto que no supermercado ele encontra um mix de produtos e serviços variados no mesmo local. Conforto, proximidade com a residência, estacionamento, atendimento das necessidades sociais e de compra, além da acessibilidade para limitações físicas são os principais atributos na hora de escolher um supermercado.

A indústria também é um setor que vem se adequando, desde a produção de embalagens mais leves, com letras maiores na descrição, até a produtos com maior consumo entre os idosos, a exemplo de linhas sem lactose, sem açúcar, sem glúten, ou com mais cálcio e fibras. No GBarbosa, uma seção nomeada ‘Mundo Saúde’ reúne um mix selecionado de marcas que se preocupam com a saúde dos idosos e daqueles que desejam ter uma vida mais saudável. A rede também se preocupa em anexar às suas lojas, farmácias e caixas eletrônicos, serviços complementares onde os idosos se beneficiam.

Ainda de acordo com dados do IBGE de 2009, o percentual de brasileiros com mais de 60 anos de idade será 19% da população até 2030. “O cliente e colaborador idoso é muito importante para o GBarbosa. Tanto é que a rede já vem adequando há bastante tempo sua operação para satisfazer esse público. E agora, com a pandemia do coronavírus, há ainda um esforço maior em manter as lojas higienizadas e com horários específicos para atendimento”, conta Fabio Oliveira, vice-presidente do Instituto GBarbosa 50+.

Além disso, o próprio IGB tem sua política completamente voltada para os avós. Agora, diante da quarentena, todos os serviços gratuitos do IGB são ofertados via canal do YouTube.com/projetodevida. Lá, os internautas podem conferir diariamente uma programação com cursos, capacitações, orientações médicas, financeiras, gastronômicas, dentre outras.

Deixe uma resposta