A magia dos espelhos na decoração

0

A utilização do espelho fica bem em qualquer lugar da casa e pode ser usado com diferentes formas e objetivos. Seja para valorizar objetos, refletir luz ou ampliar ambientes, a magia dos espelhos torna especial, um projeto de decoração.

O uso do acessório para ampliar espaços pequenos não é mais novidade, mas é preciso saber utilizá-lo para não pecar pelo excesso e pela falta de informação. De acordo com a arquiteta e urbanista, Andréa Galindo, a tática realmente funciona.

Ela faz algumas ressalvas em relação à posição dos espelhos. “Evito utilizar um espelho de frente para o outro, pois provoca uma sensação de infinito, que incomoda. Também não é bom utilizar espelhos atrás de tvs ou computadores, para não atrapalhar o campo visual”, orienta Andréa.

Arquiteta Andréa Galindo dá dicas sobre o uso do espelho na decoração. Foto: Anderson Adler
Arquiteta Andréa Galindo dá dicas sobre o uso do espelho na decoração. Foto: Anderson Adler

Ainda segundo a arquiteta, espelhos voltados diretamente para a luz do sol também não são indicados, pois podem refletir a luminosidade e causar ofuscamento. E os voltados diretamente para a cama podem causar desconforto.

Para cômodos pequenos, orienta que quanto maior a peça, maior a sensação de amplitude. “Em um banheiro, por exemplo, é interessante utilizar o espelho da bancada até o teto, e não apenas meia peça na parede”, explica.

É fundamental escolher uma parede ou superfície estratégica, e ter o cuidado para que o espelho reflita imagens agradáveis.

Use a criatividade

Além das paredes, o espelho pode ser colocado no mobiliário. O espelho enobrece e traz charme a muitos móveis soltos, ou aliado à marcenaria. “Pode ser utilizado em mesas de centro, de canto, criado-mudo, aparadores, ou ainda aplicado em cristaleiras, fundos de móveis como adegas e estantes, além de portas de guarda-roupa”, ressalta Andréa.

Em halls e corredores é possível utilizar o espelho em toda a parede, do piso ao teto. E isso não impede que quadros sejam colados na frente do espelho ou que existam furos para posicionar pregos. Havendo planejamento, os recortes para tomadas também podem ser feitos para não impedir sua instalação.

Dicas da arquiteta:

– Utilize espelhos em halls e espaços pequenos, para ampliá-los;

– Utilize nas portas de armários. É uma excelente solução, especialmente quando não há uma parede com espaço suficiente para um espelho de corpo inteiro, e ainda deixa o armário mais bonito;

– Proteja os espelhos de paredes com rodapés, evitando pancadas de vassouras na hora da limpeza;

– Não esqueça os espelhos bronze e fumês, que também podem ser muito elegantes;

– Espelhos são muito utilizados em salas de jantar, e além de ampliar o ambiente refletem o alimento. Tal fato é considerado símbolo de prosperidade por culturas orientais;

– Em um lavabo, podemos utilizar um espelho no fundo e colar outro por cima, com borda mais trabalhada, como o espelho veneziano;

– Podemos utilizar iluminação por trás do espelho, criando ambientes mais charmosos e aconchegantes;

– Um móvel antigo pode ser renovado com a utilização de espelhos no fundo;

– No lugar de utilizar espelhos em frente à cama, opte pelas laterais da cabeceira ou nos criados mudos;

– Pilares e elementos estruturais podem ser disfarçados ou amenizados se revestidos de espelhos;

– Lembre-se sempre que o espelho para ser instalado deve passar pela porta da sua residência. Verifique as dimensões;

– Na hora de escolher o local do espelho, lembre-se de que ele deve refletir algo agradável e belo.

Por Danielle Cavalcante, da equipe VIP

Deixe uma resposta