Nova série de filmes do iStart alerta para o uso responsável da internet

Animações chegam aos cinemas para destacar que apesar da liberdade, o ambiente digital também tem regras

0
Cena do filme Capitão Cueca

A partir de amanhã (20), chega aos cinemas a mais nova série de filmes do Instituto iStart. No total, são quatro episódios com temáticas diferentes (nudes, bullying, assédio de estranhos e ofensas nos grupos do WhatsApp), que alertam sobre como comportamentos inadequados ou de risco no ambiente on-line podem gerar consequências bem sérias para a vida dos jovens e das famílias. O objetivo é desmistificar a ideia de que a Internet é uma terra sem lei e destacar que os atos nos espaços digitais podem resultar em consequências bem reais – desde uma advertência ou suspensão no âmbito escolar a indenizações.

As novas produções, feitas no formato de animação pelo cartunista Jean Galvão e pela produtora RPM, são exibidas antes de uma grade de filmes voltados para o público infantojuvenil da rede Cinemark. A intenção é conseguir chamar atenção de toda a família sobre os riscos dos excessos da liberdade no uso das novas tecnologias, e sobre como é importante a participação de pais, educadores e de todos os usuários para a construção de um ambiente digital mais ético e seguro.

“Em 2015, o instituto produziu um filme sobre o uso seguro do celular, a fim de conscientizar os pais e as crianças acerca da segurança digital quando o filho recebe o primeiro celular. Entendendo a importância do tema e como pode ser divertido aprender no cinema, o Instituto resolveu se utilizar novamente desse recurso”, explica a Dra. Andréia Santos, coordenadora do Instituto iStart e advogada especialista em Direito Digital. “As sessões escolhidas para passar os filminhos são focadas nas crianças e adolescentes, viabilizando a aproximação e o diálogo na família sobre o uso da Internet”, destaca.

A ação, que vai durar 30 cine-semanas, faz parte da campanha “Liberdade com Responsabilidade”, iniciada este ano pelo Instituto. Abrange outros conteúdos orientativos apresentados em palestras, em postagens nas redes sociais e no aplicativo iStartcare, informando, por exemplo, o que é bullying e cyberbullying; pornografia de vingança; discursos de ódio; ofensas em grupos de WhatsApp; a responsabilidade civil da instituição de ensino e dos pais/responsáveis, acompanhados das hashtags #aprender #dialogar e #compartilhar.

Vale destacar que a pré-produção, elaboração e lançamento dos novos filmes foi possível graças à parceria com a Editora Positivo, o Banco Bradesco, as empresas Symantec e Locaweb, e que o projeto foi viabilizado graças aos apoiadores Peck Sleiman Edu, Patricia Peck Pinheiro Advogados e iCapps.

Veja abaixo a lista dos filmes e os locais onde a série será exibida:

Detetives do Prédio Azul (estreia 20/07)
Diário de um Banana 4 (estreia 03/08)
Emoji: O Filme (estreia 31/08)
The Lego Ninjago Movie (28/09)
As Aventuras do Capitão Cueca (12/10)
Paddington 2 (09/11)
Big Pai, Big Filho (07/12)

Shoppings
SP – Shopping Eldorado
RJ – Downton
BH – BH Shopping MG
PR – Mueller

Sobre o iStart
Por acreditar que a educação é capaz de promover transformações duradouras e sustentáveis na nossa realidade, a Dra. Patricia Peck Pinheiro quis levar adiante sua expertise em Direito e Tecnologia e investir na formação de usuários mais bem preparados para lidar com os profundos desafios da Sociedade Digital. Foi em 2010 que a advogada especialista em Direito Digital fundou o Instituto iStart, organização que atua na disseminação de conteúdos sobre Ética e Segurança Digital, por meio de capacitações e ações orientativas em uma base de 450 Escolas localizadas em diferentes partes do Brasil. Desde então, o iStart promove uma Transformação Digital na Educação, auxiliando instituições para promover o melhor uso da tecnologia para o ensino-aprendizagem. Por meio de diferentes iniciativas, que abrangem um aplicativo, aulas, palestras, webinários e cartilhas orientativas, o Instituto apoia alunos, pais e professores no processo de educar no uso Ético, Seguro e Saudável da tecnologia.

Via Ascom iStart

 

Deixe uma resposta