Pesquisa mostra empresários sergipanos mais confiantes

0

A Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) divulgou a Sondagem Industrial e a Sondagem Indústria da Construção do mês de janeiro de 2017. Divulgou também o resultado da análise do Índice de Confiança do Empresário Industrial do mês de fevereiro de 2017.

As pesquisas foram criadas pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), com o objetivo de conhecer tendências e expectativas dos empresários do setor industrial. Os indicadores apresentados nas pesquisas variam no intervalo de 0 a 100 pontos, sendo que valores acima de 50 pontos indicam evolução positiva ou otimismo, já os valores abaixo desta linha divisória, apontam evolução negativa ou pessimismo.

A análise do ICEI – Índice de Confiança do Empresário Industrial, do mês de fevereiro de 2017, mostrou que os empresários sergipanos estão mais confiantes, uma vez que o índice atingiu 51,3 pontos, ficando 1,2 ponto acima do registrado no mês anterior. Já o indicador de expectativas (para os próximos seis meses) registrou retração de 1,1 ponto, porém permaneceu acima da margem dos 50 pontos, demonstrando otimismo entre os empresários.

De acordo com os dados da Sondagem Industrial o Volume de Produção, somou 43,3 pontos no mês em análise, ficando 5,9 pontos abaixo do registrado no mês anterior, o que indica uma evolução negativa na produção. Porém, os empresários sergipanos estão confiantes no crescimento das exportações, uma vez que o indicador Quantidade Exportada somou 52,3 pontos, indicando confiança e expectativa de crescimento da demanda externa.

As expectativas dos empresários sergipanos, para os próximos seis meses, pioraram, visto que os indicadores de expectativas ficaram abaixo do registrado no mês anterior.

A Sondagem Indústria da Construção aponta que para o ano de 2017 os empresários sergipanos estão mais otimistas, tendo em vista que todos os indicadores de expectativas, para os próximos meses, foram maiores que os registrados no mês anterior.

Os itens: Número de empregados (50 pontos) e Compras de insumos e matérias-primas (46,4 pontos), foram os quesitos que mais apresentaram avanço, com aumento de 16,9 e 12,4 pontos nas expectativas, no comparativo com dezembro de 2016, respectivamente.

Mais detalhes sobre a Sondagem Industrial, Sondagem Indústria da Construção e ICEI estão disponíveis no site do Núcleo de Informações Econômicas (NIE), da FIES, na página: nie.fies.org.br

Fonte: Unicom/FIES

Deixe uma resposta