Projeto de Cinema acontece para pessoas em situação de rua

0
Foto:Felipe Goettenauer

Promoção de dignidade. Esse foi o principal objetivo da ação “Cine Rua”, organizada pelo Centro Pop, que é um equipamento da Secretaria Municipal da Assistência Social, e aconteceu com o apoio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), na noite da última quarta-feira, 23, no Centro Cultural de Aracaju, na praça General Valadão.

Seguindo a programação da Semana Nacional de Luta da População em Situação de Rua, a ideia do evento é levar às pessoas que estão em nesta condição para as salas de cinema e reproduzir curtas-metragens que estejam em exibição no período. Dessa forma, elas terão acesso às produções audiovisuais da atualidade.

De acordo com o coordenador da Proteção Especial da Secretaria da Assistência Social, Jonathan Rabelo, o Cine Rua cumpre com o papel de promover a cultura para essa população. “Esse é um trabalho de dignidade humana. Nós queremos mostrar a eles que os direitos a esporte, a lazer e a cultura continuam, são universais. Essas atividades vêm para estimular a autoestima das pessoas em situação de rua. Nós só conseguimos romper com preconceitos mostrando que todas as pessoas devem ter os mesmos direitos”.

Foto:Felipe Goettenauer

Laís Almeida é coordenadora do Centro Pop e se surpreendeu positivamente com a adesão da população em situação de rua ao Cine Rua. “Nós tivemos uma aceitação muito grande do evento. Mesmo em uma noite chuvosa, nós estivemos com a casa cheia, então isso mostra o quanto essas pessoas anseiam por atividades desse tipo. Deu super certo e o brilho dos olhos deles nos enchem de amor e legitimam o nosso trabalho”.

Para Carol Westrup, coordenadora do Núcleo de Produção Digital Orlando Vieira, esse tipo de atividade é extremamente simbólica. “A gente precisa tirar essas pessoas da margem. O acesso aos bens culturais é um instrumento para a promoção da cidadania. É um lugar onde a população em situação de rua deve estar também. Queremos chegar ao ponto de que eles não perguntem se podem entrar, mas se sintam também donos desse espaço. Temos um interesse muito grande em continuar com essa atividade mensalmente e estamos nos organizando para isso.

Sérgio Cardoso mora nas ruas do Centro de Aracaju há oito anos e voltou, pela primeira vez, à sala de cinema depois desse tempo. “Eu já fui ao cinema diversas vezes, mas essa oportunidade que eu tive foi maravilhosa. Desde que eu vim para a rua eu não entrava em uma sala de cinema e estar nesse ambiente novamente me trouxe muitas lembranças boas. O cinema é cultura, traz muitas coisas importantes. Nós aprendemos muito com o cinema. Sempre que eu tiver a oportunidade, voltarei aqui para assistir”.

Ao final do cine, um show de talentos em frente à praça General Valadão foi organizado, com direito a muita música e dança. E, em meio a tanta alegria, o “Toca Raul” foi o mais pedido.

Fonte: Semasc

 

Deixe uma resposta