TRT20 lançará aplicativo mobile

Com o aplicativo, magistrados, servidores, advogados, partes e demais envolvidos poderão acompanhar os processos que tramitam no âmbito da Justiça do Trabalho em Sergipe

0

O TRT da 20ª Região lançará, na próxima segunda-feira, 29/05, o aplicativo mobile Justiça do Trabalho Eletrônica (JTe). Com a aplicação, magistrados, servidores, advogados, partes e demais envolvidos poderão acompanhar os processos que tramitam no âmbito da Justiça do Trabalho em Sergipe.

Criado pelo TRT da 5ª Região (BA), o JTe está em processo de implantação nos demais Regionais do País. No TRT20, a adaptação do sistema está sendo realizada pela Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (SETIC).

O aplicativo conta com inúmeras consultas processuais: documentos do processo, movimentações, prazos, pautas de audiência, notificações, decisões, entre outros. Além disso, a ferramenta permite a realização de pesquisa de jurisprudência, a verificação de autenticidade de documentos e o backup de informações.

Segundo Diego Calasans, gerente do projeto no TRT20, qualquer pessoa poderá ter acesso ao aplicativo. Todavia, as informações restritas serão disponibilizadas apenas aos usuários autorizados, como já funciona no PJe. “A implantação do aplicativo representa um avanço no acesso à informação. Até então, isso só era possível pelo computador. Futuramente, ainda há a previsão de fazer movimentações do processo por meio do aplicativo. Isso é um ganho grande para o funcionamento da justiça”, analisa o gerente.

Uma das funcionalidades que facilitará o trabalho dos advogados é o acompanhamento das audiências. Assim, o advogado cadastrado no JTe poderá receber notificações das audiências do dia. O aplicativo conta ainda com um mecanismo de atualização instantânea do status das pautas.

Outras inovações do JTe são a consulta de jurisprudência em todos os Regionais que já implantaram o sistema e a possibilidade de realizar a conciliação pelo próprio aplicativo. Conforme esclarece Diego: “O magistrado poderá marcar a conciliação com o advogado. Será possível ainda abrir um chat no aplicativo e dialogar, na tentativa de conciliação. No final, o magistrado poderá gerar uma declaração de conciliação”.

A ferramenta será disponibilizada gratuitamente e funcionará em smartphones que operem com os sistemas Android e IOS.

Deixe uma resposta